Quer saber como atingir o seu público? Aprenda com a Coca-cola

Existem poucas marcas que se podem gabar de ter o histórico da Coca-cola. Ela existe há vários anos, é do conhecimento de todos e jamais deixa os seus fãs decepcionados. Mas como é que toda esta questão teórica se transforma em realidade? Como é que uma marca passa do zero ao patamar tão elevado como atingiu a Coca-cola?

>O melhor exemplo para responder a estar perguntas é o seu último anúncio, que poderão ver no final deste artigo. Para comemorar os seus 30 anos, a Coca-cola light lançou mais um anúncio para o ar. E tal como todas as outras publicidades da “versão light” da bebida, esta também não foi muito além do habitual: vários mulheres, um homem sensual, uma situação caricata e uma coca-cola light a ser saboreada por todos. Ah, e claro está, a música “I Just Want To Make Love To You” de Etta James.

O que mudou relativamente aos outros anúncios, que passaram em muitas televisões do mundo há vários anos? Pouca coisa. As mulheres continuam a adorar o jardineiro (em outros casos era o homem que limpava os vidros, entre outras profissões) e continuam a beber a sua Coca-cola light. Esta marca de refrigerantes não muda por um único motivo: tem dado certo. Altera as personagens ou as situações caricatas, mas o óbvio mantêm-se, que é o homem sensual que seduz as mulheres com mais de 30 anos (aquelas que estão preocupadas com o seu estado físico e bebem Coca-Cola light). Nem a música, que tem décadas de vida, mudou! Bate tudo certo, apenas foram trocados alguns pormenores.

O que podemos retirar daqui? É simples: vá de encontro ao seu público-alvo, encontre a “fórmula mágica” para dar o que eles pretendem e repita o processo, até se tornar um clássico.

Abraço!