“Aceitar fazer um processo de coaching não tem necessariamente que estar ligado com algum problema, pode ser um processo de melhoria continua, algo que acho que se identifica mais com o que se passou comigo.
Estes processos são muitas vezes uma forma de “acordarmos”, percebermos o que corre menos bem, e de alguma forma corrigir. São também uma boa forma de obter algum feedback do nosso trabalho, que de outra forma dificilmente acontece.
Recomendaria sempre um processo de coaching em vendas, não só a um amigo mas a qualquer pessoa. Todos precisamos de perceber o que estamos a fazer menos bem e receber feedback, só assim é possível melhorar.”

Rui Martins F.

Responsável de Vendas